Carta de apresentação


O SECRETO MILAGRE DA POESIA

Sentimo-nos bem com seu contacto.
Disertamos sobre as suas maravilhas.
Auscultamos pequenas portas do seu mistério
e chegamos a perder-nos com prazer
no remoínho do seu interior.
Apercebemo-nos das suas fragilidades e manipulações.
Da sua extrema leveza.
Do silêncio de sangue e da sua banalização.

Excerto

in Rosa do Mundo

6 de setembro de 2015

Menotti Del Picchia: Antes de amar eu dizia




(...)

"Antes de amar eu dizia:

para curar da alma

esta constante agonia,

preciso amar algum dia."



"Amei desventura minha!

Quis curar-me e piorei.



O amor só mágoas continha

e aos tormentos que já tinha,

novos tormentos juntei."

(...)






Menotti Del Picchia 

Brasil, S. Paulo 1892-1988

in Juca Mulato

photo by Google
Enviar um comentário