Carta de apresentação


O SECRETO MILAGRE DA POESIA

Sentimo-nos bem com seu contacto.
Disertamos sobre as suas maravilhas.
Auscultamos pequenas portas do seu mistério
e chegamos a perder-nos com prazer
no remoínho do seu interior.
Apercebemo-nos das suas fragilidades e manipulações.
Da sua extrema leveza.
Do silêncio de sangue e da sua banalização.

Excerto

in Rosa do Mundo

26 de dezembro de 2017

Tânia Diniz, Reinos

​                     ​            Ter
                                       formas de maçã
                                   A surpresa
                                     de textura e cor
                                      da romã
                                      Do caju,
                                   sumarenta carnadura
                                      Da goiaba de vez,
                                    o frescor
                                     apetitosa e nua
                                     a fome acesa
                                   ver, talvez,
                                     o emergente calor
                                      da tua carne dura.


Tânia Diniz
Brasil, Belo Horizonte - MG
Enviar um comentário