Carta de apresentação


O SECRETO MILAGRE DA POESIA

Sentimo-nos bem com seu contacto.
Disertamos sobre as suas maravilhas.
Auscultamos pequenas portas do seu mistério
e chegamos a perder-nos com prazer
no remoínho do seu interior.
Apercebemo-nos das suas fragilidades e manipulações.
Da sua extrema leveza.
Do silêncio de sangue e da sua banalização.

Excerto

in Rosa do Mundo

13 de janeiro de 2015

Oscar Dias Corrêa: Há Sete Anos...


Há sete anos é você pastora
Dos sonhos, ilusões e desenganos
Que marcaram minh'alma sofredora
Em vinte e sete longos e árduos anos.

Da vida, por você, esqueci, de outrora,
Cruéis embates, ásperos, insanos;
Isto lhe devo, se em meu peito mora
Ventura, e vivo sem temor e enganos.

Que outros sete, pois, e mais sete, e ainda
Sete mais, outros, muitos. Deus convenha
Juntos lutemos esta dura lida.

Para que, um dia, a glória amada e infinda,
Feliz de proclamá-la e vê-la eu tenha,
Pastora minha amada toda a vida!






Oscar Dias Corrêa
Brasil (Itaúna, MG) 1921
               Rio Janeiro 2005
in Antologia de poetas brasileiros
Seleção: Mariazinha Congílio
Editor: Universitária Editora
photo by google
Enviar um comentário