Carta de apresentação


O SECRETO MILAGRE DA POESIA

Sentimo-nos bem com seu contacto.
Disertamos sobre as suas maravilhas.
Auscultamos pequenas portas do seu mistério
e chegamos a perder-nos com prazer
no remoínho do seu interior.
Apercebemo-nos das suas fragilidades e manipulações.
Da sua extrema leveza.
Do silêncio de sangue e da sua banalização.

Excerto

in Rosa do Mundo

27 de março de 2016

P’hra Lo: P’hra Lo e as duas princesas



























O seu rosto aproxima-se do rosto de faces claras e frescas
Ó rosto jovem e encantador!
O seu seio aproxima-se do seio delicado, o seu ventre, do ventre,
Ó doce ventre e doce peito repleto de amor!
Enfeitiçado, une-se a ela, fresca e deslumbrante.
Intimamente misturam-se os perfumes e os gostos, os desejos
e os destinos.
São como as flores deslumbrantes de uma grinalda, cujas pétalas
desabrocham e se exibem
E a abelha vem remexer intimamente no coração do lótus, enquanto
eles se excitam chamando um pelo outro.
Um banho no lago do paraíso não iguala o banho no lago da pequena
princesa de carne macia, molhada, oh! até à saciedade.
A felicidade é imensa no lago da rapariga onde salta o peixe triunfante.




P’hra Lo
Sião Séc. XVII
Trad. Maria Jorge Vilar Figueiredo
in Rosa do Mundo – 2001 poemas para o futuro
Editor: Assirio & Alvim
photo by Google
Enviar um comentário